A HISTÓRIA DOS CHARDONNAYS DA CALIFÓRNIA

24 Junho, 2019

A HISTÓRIA DOS CHARDONNAYS DA CALIFÓRNIA

 

A HISTÓRIA DOS CHARDONNAYS DA CALIFÓRNIA

A casta Chardonnay é nada menos que o cruzamento das espécies de uvas Gouais e Pinot Blanc. Apesar de ser majoritariamente conhecida pelos seus vinhos brancos, essa uva também produz outros diversos tipos de vinhos.

A Chardonnay dá origem a vinhos ricos em aromas e sabores. Quando exposta a climas frios evidencia frutas cítricas. Já em climas quentes, traz a tona o gosto tropical.         

l

A Chardonnay é uma uva de grande maleabilidade, podendo ter uma gama enorme de sabores, acidez, notas e aromas dependendo do Terroir onde é plantada (entenda-se Terroir como a soma da localização do vinhedo, o solo e o clima ).

Mas por que falar sobre Terroir é tão importante? Porque isso significa que a Chardonnay pode ser completamente diferente dependendo da região que foi produzida. Por exemplo, os Chardonnays da California são tradicionalmente armazenados em barricas de madeira, o que resulta num vinho mais encorpado e teor alcoólico mais elevado devido as temperaturas da California. Também carregam notas de madeira, nozes e são levemente amanteigados pelo uso de barris de carvalho e possuem acidez menor em função do clima.

O clima da Califórnia é quase perfeito para a produção de vinhos feitos com a uva Chardonnay. A luz do sol proporciona um crescimento consistente as uvas, a diversidade do solo suporta uma enorme variedade de castas e também acrescenta uma explosão de sabores ao produto final. As encostas do litoral, como na região de Mendocino e até mais para dentro como Carneros, expõem os vinhedos a um vento arejado que funciona como um ar condicionado natural, criando o ambiente perfeito especialmente para a produção da uva Chardonnay.

E como sabemos, aliando a região as mentes criativas dos enólogos americanos, resultou em um grande legado e reconhecimento mundial. Esse reconhecimento internacional escalou após o Julgamento de Paris em 1976, quando os vinhos americanos ganharam dos franceses numa degustação as cegas. Para movimentar o seu negócio, o sommelier inglês Steven Spurrier criou esta degustação as cegas pensando em colocar os californianos no seu devido lugar.

O que ninguém esperava era o resultado disso: os vinhos californianos bateram primeiro lugar, tanto na degustação de tintos quanto de brancos, deixando para traz os tradicionais Bordeaux franceses e os brancos da Borgonha. Realmente foi uma grande surpresa para todos! O fato foi tão curioso que virou até filme!

Uma das vinícolas participantes do Julgamento de Paris foi a Chateau Montelena, hoje reconhecida pelo Registro Nacional de Locais Históricos dos Estados Unidos. Foi nela que foi produzido o Chardonnay que participou da degustação as cegas e saiu vencedor sobre 4 rótulos brancos da Borgonha e outros 5 da própria Califórnia, o famoso Chateau Montelena Chardonnay!

 




Deixe um comentário

Os comentários serão aprovados antes de serem exibidos.


Ver artigo completo

O que torna os vinhos franceses tão especiais?
O que torna os vinhos franceses tão especiais?

10 Outubro, 2019

A França é certamente um dos destinos mais lindos do planeta. E não tem como não falar deste lugar, sem pensar em seus vinhos maravilhosos, sem contar que o país é o mais tradicional produtor da bebida do mundo. O vinho está presente no almoço e no jantar dos franceses, ou seja, não existe uma hora especial ou uma ocasião especial para se aproveitar um bom vinho à mesa ou com os amigos.

Ver artigo completo

SONOMA PELAS PORTAS DOS FUNDOS - PARTE III
SONOMA PELAS PORTAS DOS FUNDOS - PARTE III

01 Outubro, 2019

Ver artigo completo

SONOMA PELAS PORTAS DOS FUNDOS - PARTE II
SONOMA PELAS PORTAS DOS FUNDOS - PARTE II

25 Setembro, 2019

Ver artigo completo