A HISTÓRIA DOS CHARDONNAYS DA CALIFÓRNIA

24 junho, 2019

A HISTÓRIA DOS CHARDONNAYS DA CALIFÓRNIA

 

A HISTÓRIA DOS CHARDONNAYS DA CALIFÓRNIA

A casta Chardonnay é nada menos que o cruzamento das espécies de uvas Gouais e Pinot Blanc. Apesar de ser majoritariamente conhecida pelos seus vinhos brancos, essa uva também produz outros diversos tipos de vinhos.

A Chardonnay dá origem a vinhos ricos em aromas e sabores. Quando exposta a climas frios evidencia frutas cítricas. Já em climas quentes, traz a tona o gosto tropical.         

l

A Chardonnay é uma uva de grande maleabilidade, podendo ter uma gama enorme de sabores, acidez, notas e aromas dependendo do Terroir onde é plantada (entenda-se Terroir como a soma da localização do vinhedo, o solo e o clima ).

Mas por que falar sobre Terroir é tão importante? Porque isso significa que a Chardonnay pode ser completamente diferente dependendo da região que foi produzida. Por exemplo, os Chardonnays da California são tradicionalmente armazenados em barricas de madeira, o que resulta num vinho mais encorpado e teor alcoólico mais elevado devido as temperaturas da California. Também carregam notas de madeira, nozes e são levemente amanteigados pelo uso de barris de carvalho e possuem acidez menor em função do clima.

O clima da Califórnia é quase perfeito para a produção de vinhos feitos com a uva Chardonnay. A luz do sol proporciona um crescimento consistente as uvas, a diversidade do solo suporta uma enorme variedade de castas e também acrescenta uma explosão de sabores ao produto final. As encostas do litoral, como na região de Mendocino e até mais para dentro como Carneros, expõem os vinhedos a um vento arejado que funciona como um ar condicionado natural, criando o ambiente perfeito especialmente para a produção da uva Chardonnay.

E como sabemos, aliando a região as mentes criativas dos enólogos americanos, resultou em um grande legado e reconhecimento mundial. Esse reconhecimento internacional escalou após o Julgamento de Paris em 1976, quando os vinhos americanos ganharam dos franceses numa degustação as cegas. Para movimentar o seu negócio, o sommelier inglês Steven Spurrier criou esta degustação as cegas pensando em colocar os californianos no seu devido lugar.

O que ninguém esperava era o resultado disso: os vinhos californianos bateram primeiro lugar, tanto na degustação de tintos quanto de brancos, deixando para traz os tradicionais Bordeaux franceses e os brancos da Borgonha. Realmente foi uma grande surpresa para todos! O fato foi tão curioso que virou até filme!

Uma das vinícolas participantes do Julgamento de Paris foi a Chateau Montelena, hoje reconhecida pelo Registro Nacional de Locais Históricos dos Estados Unidos. Foi nela que foi produzido o Chardonnay que participou da degustação as cegas e saiu vencedor sobre 4 rótulos brancos da Borgonha e outros 5 da própria Califórnia, o famoso Chateau Montelena Chardonnay!

 




Deixe um comentário

Os comentários serão aprovados antes de serem exibidos.


Ver artigo completo

OS 5 PRINCIPAIS TIPOS DE UVAS NA PRODUÇÃO DE VINHOS EM PASO ROBLES
OS 5 PRINCIPAIS TIPOS DE UVAS NA PRODUÇÃO DE VINHOS EM PASO ROBLES

13 agosto, 2020

Ver artigo completo

Paso Robles
Paso Robles

03 agosto, 2020

As vinícolas de Paso Robles são muito famosas na região onde estão localizadas, no estado da Califórnia. Mesmo com grandes nomes da indústria vinícola, há também pequenos locais de gerência familiar que podem produzir apenas alguns vinhos de suas próprias uvas. A região é mais descontraída, rural e despretensiosa do que outras áreas vinícolas dos Estados Unidos. Neste artigo, iremos aprender um pouco mais sobre Paso Robles e seus encantos.

Ver artigo completo

BAROSSA VALLEY: OS VINHOS DO SUL AUSTRALIANO
BAROSSA VALLEY: OS VINHOS DO SUL AUSTRALIANO

03 agosto, 2020

As vinhas da Austrália cobrem 170 mil hectares em diferentes regiões vinícolas de Nova Gales do Sul, Austrália Meridional, Victoria, Austrália Ocidental, Tasmânia e uma área menor em Queensland. O país foi o 7º maior produtor vinícola em 2015 com cerca de 1.200 milhões de litros de vinho produzido. Hoje faremos uma viagem ao sul do 4º maior exportador de vinhos do mundo e vamos conhecer um pouco mais sobre sua cultura vinícola.

Ver artigo completo