OS 5 PRINCIPAIS TIPOS DE UVAS NA PRODUÇÃO DE VINHOS EM PASO ROBLES

13 agosto, 2020

OS 5 PRINCIPAIS TIPOS DE UVAS NA PRODUÇÃO DE VINHOS EM PASO ROBLES

Créditos: Pixabay

Conheça os tipos de uvas mais comuns na produção de vinho em Passo Robles, Califórnia.

Paso Robles é uma das regiões vinícolas mais famosas e apreciadas do mundo. A cidade El Paso de Robles (que significa passagem dos carvalhos) foi co-fundada pelos bandidos do Kentucky, Drury, tio de Frank e Jesse James por volta de 1869. Hoje, Paso Robles ainda é considerado por muitos como o oeste selvagem da indústria do vinho, caracterizado por essa mesma regra que apresenta a diversidade e o espírito inovador o qual a cidade foi fundada. Neste artigo, vamos conhecer os 5 tipos de uvas mais comuns na produção de vinhos em Paso Robles e tentar entender o porquê desta região ser tão promissora, quando se trata da produção de rótulos espetaculares.

1 – ZINFANDEL: A Zinfandel foi a primeira uva comercialmente viável a ser plantada em Paso Robles, em 1914. É conhecida por suas framboesas com compota de frutas doces, amora silvestre, passas, ameixas, especiarias de alcaçuz, chá preto e taninos macios. Após Zinfandel, a próxima uva plantada foi a Petite Sirah na década de 1920. A Petite Sirah, por si só, produz vinhos roxos com aromas de amora silvestre, huckleberry e alcatrão terroso e violeta. Geralmente, os vinhos desta uva são envelhecidos em barris de carvalho, e dão origem a notas carbonizadas com raspas de chocolate, além de taninos densos com notas de cereja. Normalmente, a Petit Sirah é misturada com Zinfandels para adicionar estrutura e cor, ajudando a promover vinhos à base de Zinfandel dignos da tradição pioneira.

2 – CABERNET SAUVIGNON: O estilo vinícola de Paso se esforça para tornar Cabernets Sauvignon e Bordeaux mais ricos em texturas, opulentos e prontos para beber, oferecendo notas com sabores de anis e pimenta, e acidez brilhante.

Ao contrário da crença popular, mesmo que a herança de Paso Robles esteja na produção de Zinfandel, hoje mais de 55% de todas as videiras plantadas são dedicadas às variedades Cabernet Sauvignon e Bordeaux (Merlot, Cabernet Franc, Petit Verdot.) Originalmente plantada em 1974 pelo “padrinho de Paso”, Gary Eberle, a uva Cabernet Sauvignon rapidamente encontrou seu lar nesta região de clima quente.

3 – VARIEDADES RHÔNE: O termo “Zona do Rhône” foi dado a Paso pois a região abriga a maior área cultivada de Syrah, Viognier e Roussanne do estado da Califórnia. O Rhône é na verdade uma região da França que fica ao longo do poderoso Rio Rhône. Os vinhos tintos do Rhône são tradicionalmente misturas dominadas por Grenache, depois Syrah, Mourvedre entre outras 10. Estes vinhos têm sabores de frutas vermelhas e pretas (morango e amora), alcaçuz, ervas, corpo inteiro e taninos macios. Os vinhos brancos do Rhône podem ser 100% baseados em variedades da Viognier e possuem o sabor de damasco seco, com misturas que incluem Marsanne e Roussanne.

4 - CAL-ITALIANOS: Estacas de videira das variedades de uva Sangiovese, Nebbiolo, Barbera e Montepulciano foram trazidas com imigrantes italianos em 1861 para os EUA. No entanto, elas só chegaram em Paso Robles por volta da década de 80. Embora as uvas italianas não possuam a textura de outros estilos, sua singularidade reside na capacidade de reter altos níveis de acidez, apesar do calor. Esta facilidade encontrada nos solos da região, permite a produção de vinhos que combinam perfeitamente com refeições com pratos completos.

5 – MISTURAS INOVADORAS: Além da grande diversidade de uvas e estilos explorados acima, é possível encontrar em Paso, produtores que misturam uvas espanholas como o Albariño branco, ou Verdelho, Tempranillo vermelho e a portuguesa Touriga Nacional (a principal uva dos vinhos do Porto) ao seu repertório. Essas uvas estão sendo transformadas em estilos únicos que exibem seus atributos exclusivos, mas que também podem ser encontradas ao lado de variedades italianas e francesas em misturas inovadoras.

SABORES INESQUECÍVEIS: Misturando tradição e inovação com técnica e sabor, os vinhos de Paso Robles não só agradam o paladar dos críticos de vinhos mais exigentes do mundo, como são figurinha carimbada entre os verdadeiros amantes da arte vinícola. E para conhecer mais sobre estes sabores inesquecíveis, acesse nossa sessão exclusiva de vinhos da Califórnia incluindo Paso Robles visitando nosso site.

 




Deixe um comentário

Os comentários serão aprovados antes de serem exibidos.


Ver artigo completo

A HISTÓRIA DA UVA GARNACHA
A HISTÓRIA DA UVA GARNACHA

16 julho, 2021

A Garnacha é uma uva de vinho tinto cultivada extensivamente na França, Espanha, Austrália e Estados Unidos. É particularmente versátil tanto na vinha como na adega, o que pode explicar porque é uma das uvas mais utilizadas na produção de blends do mundo inteiro. E para saber mais sobre este sabor inconfundível, fomos atrás de conhecer a história desta que é uma das uvas do velho mundo mais utilizada na produção de excelentes vinhos. Confira a seguir, tudo o que descobrimos sobre a Garnacha.

Ver artigo completo

A HISTÓRIA VINÍCOLA DA ESPANHA
A HISTÓRIA VINÍCOLA DA ESPANHA

15 julho, 2021

A Espanha é uma terra de paisagens deslumbrantes, história rica e uma cultura profunda e complexa na qual o vinho há muito desempenha um papel importante. As videiras são cultivadas na Península Ibérica desde pelo menos 3.000 a.c., embora não tenha sido antes de 1.000 a.c. que a vinificação começou a ser feita no país - uma habilidade trazida por comerciantes fenícios do Mediterrâneo oriental. Hoje, a Espanha é o lar de mais vinhas do que qualquer outro país do planeta e tem uma produção nacional de vinho superada apenas pela França e pela Itália.

Ver artigo completo

DESCOBRINDO A ESPANHA: OS VINHOS DE TORO!
DESCOBRINDO A ESPANHA: OS VINHOS DE TORO!

10 julho, 2021

Toro é uma região vinícola de Castela e Leão, no noroeste da Espanha, e está se tornando cada vez mais conhecida por seus vinhos tintos poderosos e encorpados feitos de Tina da Toro (Tempranillo). Em Toro também são feitas pequenas quantidades de vinho branco. Seu nome vem da cidade de Toro, um antigo assentamento a apenas 65 quilômetros a leste da fronteira portuguesa. Toro está localizado no rio Douro, que corta a metade norte da região e por este pedaço encantador e surpreendente da Espanha que iremos passear hoje. Neste artigo, vamos desvendar todos os segredos de Toro para você e conhecer mais sobre esta região tão famosa por seus vinhos.

Ver artigo completo