OS VINHOS DE MONTALCINO E SEU LEGADO HISTÓRICO

24 setembro, 2020

OS VINHOS DE MONTALCINO E SEU LEGADO HISTÓRICO

Créditos: Pixabay

Um itinerário de degustação de vinhos em uma das regiões históricas da Itália.

Localizada a menos de 50 km ao sul de Siena, a estrada para Montalcino passa por algumas das paisagens mais pitorescas da Toscana, incluindo as colinas de Val d'Orcia e Creti Senesi. A altitude e o clima da região de Montalcino proporcionaram uma área onde o Sangiovese amadurece de maneira mais completa e consistente do que em qualquer outro lugar da Toscana. Esses fatores contribuem para o corpo, a cor, o extrato e os taninos comumente associados ao Brunello di Montalcino. Mas o que será que está escondido pelas paisagens de Montalcino? Descubra mais sobre esta que é uma das regiões mais lindas e históricas da produção vinícola mundial, localizada na Itália.

CONHECENDO A CIDADE: Posicionada no topo de uma colina, a cidade de Montalcino domina o vale com suas muralhas medievais e a fortaleza do final do século 13. Ela se estende para incluir a encantadora Abadia de Sant'Antimo ao sul, com San Quirico a leste de suas fronteiras e Bagno Petriolo a oeste. O território de Montalcino não precisa de incentivos para produzir vinhos de qualidade; de ​​fato, os achados arqueológicos sugerem que até mesmo os etruscos estavam cientes das deliciosas qualidades intrínsecas da terra. A posição permite uma exposição solar ideal que amadurece perfeitamente as uvas para um produto que é particularmente adequado para longos períodos de envelhecimento com um sabor, fragrância e aparência superiores.

A região vitivinícola de Montalcino cobre 24.000 hectares e o território quadrangular é limitado pelos rios Ombrone, Asso e Orcia, no entanto, apenas 15% (aproximadamente 4.000 hectares) é cultivado com vinhas que sustentam mais de 200 produtores!

BRUNELLO: Uma “invenção” relativamente nova, o vinho Brunello foi “criado” em meados de 1800 depois que Clemente Santi decidiu diversificar a produção de vinho na área, que se concentrava principalmente em um vinho branco doce chamado Moscadello di Montalcino. Seus experimentos resultaram em um vinho “bruno” ou marrom, daí o nome Brunello.

NASCIMENTO: Foi em 1869 na Exposição Agrária de Montepulciano que o seu vinho, "um seleto vinho tinto (Brunello) de 1865", foi mencionado e premiado. Para muitos, esta é a data que marca o nascimento dos vinhos Brunello, destacando-se dos demais vinhos de base Sangiovese pela sua tendência para a longevidade.

Com mais de 200 produtores nesta área específica, é quase impossível pensar em visitar todos eles. Embora não o culparemos se você quiser tentar, mas antes de seguir direto para os vinhedos, é imprescindível dar uma volta pelo " Museo della Comunità di Montalcino e del Brunello ". Esculpido em um antigo estábulo na fazenda de Fattoria dei Barbi, este museu irá guiá-lo através da história não apenas do vinho, mas da comunidade, do povo, de sua cultura e tradições. Este passeio no tempo lhe dará uma nova perspectiva para acessar a paisagem, os vinhedos e os habitantes locais enquanto você visita a área.

Quer experimentar as delícias desta região, antes de comprar sua passagem para a Toscana? Então não deixe de conferir nossa sessão especial de italianos preparada especialmente para você. E caso tenha gostado deste conteúdo, não deixe de compartilhá-lo com seus amigos e seguir nossos perfis nas redes sociais.




Deixe um comentário

Os comentários serão aprovados antes de serem exibidos.


Ver artigo completo

A HISTÓRIA DA UVA GARNACHA
A HISTÓRIA DA UVA GARNACHA

16 julho, 2021

A Garnacha é uma uva de vinho tinto cultivada extensivamente na França, Espanha, Austrália e Estados Unidos. É particularmente versátil tanto na vinha como na adega, o que pode explicar porque é uma das uvas mais utilizadas na produção de blends do mundo inteiro. E para saber mais sobre este sabor inconfundível, fomos atrás de conhecer a história desta que é uma das uvas do velho mundo mais utilizada na produção de excelentes vinhos. Confira a seguir, tudo o que descobrimos sobre a Garnacha.

Ver artigo completo

A HISTÓRIA VINÍCOLA DA ESPANHA
A HISTÓRIA VINÍCOLA DA ESPANHA

15 julho, 2021

A Espanha é uma terra de paisagens deslumbrantes, história rica e uma cultura profunda e complexa na qual o vinho há muito desempenha um papel importante. As videiras são cultivadas na Península Ibérica desde pelo menos 3.000 a.c., embora não tenha sido antes de 1.000 a.c. que a vinificação começou a ser feita no país - uma habilidade trazida por comerciantes fenícios do Mediterrâneo oriental. Hoje, a Espanha é o lar de mais vinhas do que qualquer outro país do planeta e tem uma produção nacional de vinho superada apenas pela França e pela Itália.

Ver artigo completo

DESCOBRINDO A ESPANHA: OS VINHOS DE TORO!
DESCOBRINDO A ESPANHA: OS VINHOS DE TORO!

10 julho, 2021

Toro é uma região vinícola de Castela e Leão, no noroeste da Espanha, e está se tornando cada vez mais conhecida por seus vinhos tintos poderosos e encorpados feitos de Tina da Toro (Tempranillo). Em Toro também são feitas pequenas quantidades de vinho branco. Seu nome vem da cidade de Toro, um antigo assentamento a apenas 65 quilômetros a leste da fronteira portuguesa. Toro está localizado no rio Douro, que corta a metade norte da região e por este pedaço encantador e surpreendente da Espanha que iremos passear hoje. Neste artigo, vamos desvendar todos os segredos de Toro para você e conhecer mais sobre esta região tão famosa por seus vinhos.

Ver artigo completo