Você também começou a usar mais a internet para comprar vinhos na quarentena?

05 maio, 2020

Você também começou a usar mais a internet para comprar vinhos na quarentena?

O QUE ACONTECERÁ COM A INDÚSTRIA DO VINHO APÓS O CORONAVÍRUS?

Há algum tempo, há uma sensação de que o alto número de vinhos independentes de pequena produção, continuam chegando ao mercado. Iniciativa que é impulsionada pelo romantismo de uma produção mais intimista. Em breve, descobriremos quem tem conhecimento de negócios adequado e quem não tem.

Em termos macroeconômicos, alguns especialistas estão sugerindo um reajuste socioeconômico total e absoluto. Certamente mais sensato é o Efeito de Ampliação, como defendido por Mike Veseth, da WineEcononmist.com, que diz que daqui alguns anos será possível notar que mesmo com as novas tendências de mercado, o grande efeito das vendas de vinhos será marcado pela ampliação e aceleração de padrões de vendas já conhecidos.

O consumo de vinho em casa decolou em todo o mundo com o coronavirus, e, com isso, o comércio eletrônico e entrega em domicílio. O que é uma questão ainda sem resposta é se as pessoas continuarão a consumir mais em casa quando o pior da pandemia terminar e o bloqueio for suspenso. Uma visão otimista é que as pessoas estarão em clima de comemoração e desejando interação social, o que significa que restaurantes e bares florescerão, mas uma visão mais pessimista e talvez mais realista é que a cena da hospitalidade não voltará ao normal por muito tempo.

Novamente, a verdade provavelmente está em algum lugar no meio. Obviamente, as pessoas vão querer socializar, mas isso provavelmente não ocorrerá em espaços públicos muito grandes. De alguma forma, o wine-to-go também precisa aparecer quando se trata desses novos modelos de negócios - a racionalização da cadeia de valor está muito atrasada e isso pode ser apenas um pequeno resultado do Coronavírus.

E enquanto enfrentamos esta pandemia com otimismo, é importante seguir todas as recomendações de segurança e higiene da OMS e do governo, aproveitando para curtir os vinhos dentro de casa.

Acesse nossa loja virtual e conheça todas as nossas opções. 




Deixe um comentário

Os comentários serão aprovados antes de serem exibidos.


Ver artigo completo

A HISTÓRIA DA VINÍCOLA CASTORO CELLARS: UM DIAMANTE DE PASO ROBLES
A HISTÓRIA DA VINÍCOLA CASTORO CELLARS: UM DIAMANTE DE PASO ROBLES

17 janeiro, 2022

Como quem segue a história do vinho sabe, empresários do vinho são homens e mulheres apaixonados pela bebida, agricultores ou ex-empresários bem sucedidos em outras áreas que resolvem se aventurar pelo mundo dos vinhos por pura paixão e busca de novos desafios.

Niels e Bimmer Udsen não são exceção. Após se cansarem da vida corporativa, resolveram apostar em algo que realmente eram apaixonados quando fundaram sua pequena vinícola em 1983. “Fomos a décima terceira vinícola em Paso Robles”, diz Niels. “Nunca pensei que haveria mais de 300 vinícolas aqui.” Os dois são os fundadores da Castoro Cellars, uma vinícola familiar muito apreciada na região de Paso Robles.

Ver artigo completo

O IMPACTO DA “LEI DE PROIBIÇÃO” NOS ESTADOS UNIDOS
O IMPACTO DA “LEI DE PROIBIÇÃO” NOS ESTADOS UNIDOS

17 janeiro, 2022

Como as leis de proibição tornaram a produção vinícola difícil nos Estados Unidos.

Todos temos a sorte de viver em uma época em que o vinho está a apenas um clique de distância, mas compreender os eventos históricos que influenciaram a cultura do vinho nos Estados Unidos pode nos dar uma visão e apreciação adicionais. Neste texto, vamos analisar o efeito que a proibição dos EUA teve sobre o vinho e o que isso significa atualmente na produção vinícola daquele país. Confira.

Ver artigo completo

A História de Paso Robles
A História de Paso Robles

12 janeiro, 2022

A história que remonta o passado de Paso Robles e faz desta uma das regiões vinícolas mais importantes do país.

Os visitantes da Costa Central muitas vezes procuram a região de Paso Robles para provar das safras de mais de 200 vinícolas espalhadas pelo local, mas é preciso saber aonde ir, uma vez que esta área é um tanto quanto mais “reservada” por assim dizer, e não possui tantos locais de degustação, quanto em outros lugares da Califórnia.

Ver artigo completo