Cantina di Negrar - Le Preare Amarone della Valpolicella Classico DOCG, Veneto, Italia 2017

 Vivino 3.9

Um belissimo Amarone com aromas de cereja preta, ameixas, passas e ervas leves. Na boca, é macio com muita fruta preta e notas de chocolate, com fundo de ameixa e especiarias. Final longo e persistente.

Harmoniza bem com carnes grelhadas, de caça e também com queijos curados.

A história do Amarone

A história oficial do Amarone della Valpolicella começa em 1938 quando a primeira garrafa foi produzida, mas demorou até 1953 para o vinho vir a ser realmente comercializado.

Já o Recioto (de onde vem o Amarone) data da época dos Romanos. A variedade de uva "Retica" foi mencionada como sendo usada num vinho tinto no ano 2 aC por Lucius Lunius Moderatus Columella. A primeira referência a um vinho chamado Retico (homenagem a região montanhosa perto de Verona) veio de Galius Plinio II que a mencionou em sua série de livros chamada Naturalis. Por volta do século V dC, o nome Retico mudou para Acinatico, onde foi derivado de uma citação de Flavio Cassiodoro (consultor de Teodorico, o Grande, rei dos Astrogodos).

 Como Acinatico veio a ser reconhecido como Recioto é desconhecido assim como é desconhecido como o Amarone derivou de Recioto. Rumores, no entanto, relatam queo Amarone foi descoberto acidentalmente por conta de um barril esquecido de Recioto, que continuou a fermentar os açúcares em álcool e mudou o vinho para se tornar mais forte e mais seco que o Recioto. Este efeito, não esperado, foi muito apreciado e uma nova classe de vinhos se consolidou. (referência, italian-wine-info.com/)

 A vinícola

A marca Le Preare foi criada pela Cantina Valpolicella Negrar para homenagear uma história, onde as gerações anteriores muitas vezes pagaram um preço muito elevado, permitindo à geração de viticultores de hoje beneficiar do trabalho árduo dos seus antepassados.
Localizada no coração de Valpolicella Classico, esta área também era conhecida por suas pedras de prestígio, como o mármore vermelho de Verona.  As antigas minas de onde as pedras foram tiradas eram chamadas de “preare” no dialeto local. As pedras locais serviram para separar as vinhas e também para construir os socalcos, permitindo que as vinhas crescessem também em encostas íngremes. Os vinhos Le Preare são uma verdadeira expressão deste território e história.

Uvas

Uvas

70% Corvina, 15% Corvinone, 15% Rondinella

País

País

Italia

Região

Região

Vêneto

Amadurecimento

Amadurecimento

24 meses em barril e 6 meses em garrafa.

Taxa de Álcool

Taxa de Álcool

16%

Temperatura de serviço

Temperatura de serviço

16 a 18°C

Guarda

Guarda

15 anos

SAFRA

SAFRA

2017