Chateau de Pez - St Estephe, Bordeaux, França 2009

 *** 93 Wine Enthusiast

 Embora figure como uma das mais antigas propriedades de Bordeaux – sua origem remonta a 1452 –, o Château de Pez ressurge na atualidade como uma estrela emergente da região. Isso porque passou por uma delicada recuperação a partir de 1995, quando foi adquirido pela reputada casa de Champagne Louis Roederer. Seu Grand Vin, classificado como Cru Bourgeois em 1932, voltou a brilhar como nos velhos tempos. Vale lembrar que no século 16 o Château de Pez pertencia à família Pontac, que também estava à frente de outra propriedade cultuada de Bordeaux, o Château Haut-Brion. Segundo o Atlas Mundial do Vinho, o tinto produzido no Château de Pez “foi vendido como Pontac, em Londres, no século 17 – possivelmente antes de qualquer outro cru do Médoc”. Sinal de que já era uma referência.

 Localizado em Haut-Médoc, na comuna de Saint-Estèphe, o Château de Pez possui 39 hectares de vinhedos plantados no topo das colinas ao redor do casarão. As vinhas têm, em média, 25 anos de idade e exibem as variedades Cabernet Sauvignon e Merlot, principalmente, e um pouco de Cabernet Franc, Petit Verdot e Malbec. Além da exposição solar privilegiada, o solo é outro fator decisivo no estilo classudo e rico do vinho dessa casa, sendo composto de uma camada de 1 metro de cascalho, típico da região, cobrindo uma base argilo-calcária. O rendimento é propositadamente baixo já que a intenção é estimular as uvas a obterem maior concentração de componentes que dão complexidade ao vinho. A adega segue a cartilha de Bordeaux, ostentando uma coleção de barricas – 40% são novas, outros 40% são de primeiro uso e há 20% de barricas de segundo uso. Com uma filosofia que prega a máxima qualidade possível, o Château de Pez renasce como um ótimo achado de Saint-Estèphe. É, sem dúvida, um Bordeaux para seguir safra após safra.

Dados Técnicos:

Uvas: 48% Merlot, 45% Cabernet Sauvignon, 3% Petit Verdot, 1% Malbec.

Região: St Estephe, Bordeaux, França.

Taxa de Álcool: 13%.

Amadurecimento: entre 12 e 18 meses em barril sendo 40% novos, 40% primeiro uso e 20% segundo uso.


Itens relacionados