Paul Cluver Estate Pinot Noir, Elgin, Africa do Sul 2017

 *** 93 Pontos Tim Atkin

Coloração vermelho-rubi brilhante. No nariz aromas terrosos delicados combinados com frutas vermelhas e escuras. Na boca taninos estruturados proporcionam uma textura aveludada amassada que mantém uma boa aderência no fecho, com sabores de cereja e ameixa que se prolongam pelo persistente final picante. 

Harmoniza com legumes grelhados, queijos diversos, salmão grelhado, aves, peito de pato, hambúrguer de lentilha, pizza de cogumelos e fondue de chocolate.

Vinicola

A fria região de Elgin sempre foi famosa por suas plantações de maçãs. A família Cluver, no entanto, mudou a percepção do mundo sobre este vale da África do Sul. A conceituada revista Decanter perguntou a Paul Cluver Jr. qual é a maior diferença entre agricultores de maçãs e de uvas. Ele respondeu: “você nunca encontrará os primeiros dizendo ‘você tem que provar esta maçã!’”.

O pioneirismo de Cluver em Elgin resultou em uma rica expressão do terroir nos seus elegantes tintos e aromáticos brancos. Determinada a refinar a arte da produção destes vinhos, a vinícola utiliza a ciência para plantar as uvas adequadas nos terrenos mais apropriados. O resultado é uma gama de rótulos premiada internacionalmente. Em 2017, um ano fenomenal para a Paul Cluver, seu Seven Flags foi considerado o melhor Chardonnay do mundo pelo Decanter World Wine Awards. O rótulo, aliás, é vendido com exclusividade pela VM no Brasil. O prêmio foi mais um grande reconhecimento para a vinícola, cujo excelente portfólio conta com diversos vinhos premiados.

 

Uvas

Uvas

Pinot Noir

País

País

África do Sul

Região

Região

Elgin

Amadurecimento

Amadurecimento

11 meses em carvalho francês

Taxa de Álcool

Taxa de Álcool

13,8%

Temperatura de serviço

Temperatura de serviço

16 a 18°C

Guarda

Guarda

8 anos

SAFRA

SAFRA

2017


Itens relacionados