SAIBA MAIS SOBRE A UVA BARBERA

13 abril, 2021

SAIBA MAIS SOBRE A UVA BARBERA

Créditos: Freepik

Um guia para a história, características e combinações para a uva italiana para vinho Barbera.

Por um preço justo e muito fácil de se encontrar na Europa, o Barbera é produzido das mesmas colinas que fazem alguns dos melhores vinhos da Itália. Os vinhos Barbera são vinhos tintos suculentos e de corpo leve que podem ser considerados como a resposta italiana ao francês Beaujolais. O Barbera é um vinho tradicional e robusto de um povo que está passando por um renascimento com mais exemplares bem feitos chegando ao mercado.

O QUE É BARBERA: Barbera (às vezes chamada de “barbara”) é uma variedade de uva de vinho tinto amplamente plantada no norte da Itália. No início do século XX, era a terceira uva vermelha mais plantada na Itália, mas sua área plantada está diminuindo, à medida que quantidades menores de vinhos de maior qualidade estão sendo produzidas atualmente.

A HISTÓRIA: Tradicionalmente, a Barbera era usada para fazer vinhos do dia-a-dia baratos e fáceis de beber, que eram engarrafados e vendidos na Itália, mas raramente considerados especiais o suficiente para serem exportados para outro lugar na Europa ou no mundo. Antigamente, a Barbera era misturada com uvas vermelhas mais tânicas do sul da Itália em vinhos a granel, o que significava que os consumidores não tinham uma boa ideia do sabor da Barbera sozinha.

Em meados da década de 1970, Michele Chiarlo em Asti foi um dos primeiros produtores a tentar elevar a Barbera de uma uva à granel a uma variedade digna de consideração. Barbera tem uma acidez naturalmente alta, então Chiarlo usava a fermentação em seus vinhos, uma técnica que transforma o ácido málico em ácido lático mais macio. Este processo é padrão em vinhos tintos premium, mas não tinha sido usado em Barbera no passado. Em vez de misturar a Barbera com outras uvas, Chiarlo produziu Barbera como um vinho varietal, o que aumentou seu reconhecimento e popularidade.

OS VINHOS COM A UVA BARBERA: A Barbera é geralmente transformada em vinhos tintos secos. Para o italiano Vino da Tavola (que significa “vinho de mesa”), a Barbera é ainda misturada com uvas mais tânicas do sul da Itália para fazer vinho barato a granel. A maioria dos consumidores de Barbera vê nas prateleiras, entretanto, um vinho varietal de Barbera, às vezes misturado com uma pequena porcentagem das uvas francesas Cabernet Sauvignon ou Merlot.

  • Barbera d'Asti e d’Alba: Barbera d'Asti, um vinho da cidade de Asti, e Barbera d'Alba da cidade de Alba e arredores nas colinas do Piemonte, são os vinhos Barbera mais famosos e deliciosos da Itália. Asti é considerado um pouco mais delicado e feminino, enquanto os Barbera d’Alba devem ser envelhecidos um pouco mais para amadurecer sua acidez. A designação “superiore”, por exemplo em Barbera d'Asti Superiore, indica pelo menos 12 meses de envelhecimento antes do lançamento.

 

  • Espumante: a oeste do Piemonte, a região vinícola de Emilia-Romagna é o lar de uma versão espumante única de Barbera que é semelhante ao Lambrusco. É produzido em quantidades muito pequenas e é raro encontrá-lo fora da Itália.

 

Este mês de Abril, os membros do SmartBuy Wine Club podem provara a uva Barbera em suas seleções. E você?  Acesse nosso site e confira.

 

 




Deixe um comentário

Os comentários serão aprovados antes de serem exibidos.


Ver artigo completo

A HISTÓRIA DA UVA GARNACHA
A HISTÓRIA DA UVA GARNACHA

16 julho, 2021

A Garnacha é uma uva de vinho tinto cultivada extensivamente na França, Espanha, Austrália e Estados Unidos. É particularmente versátil tanto na vinha como na adega, o que pode explicar porque é uma das uvas mais utilizadas na produção de blends do mundo inteiro. E para saber mais sobre este sabor inconfundível, fomos atrás de conhecer a história desta que é uma das uvas do velho mundo mais utilizada na produção de excelentes vinhos. Confira a seguir, tudo o que descobrimos sobre a Garnacha.

Ver artigo completo

A HISTÓRIA VINÍCOLA DA ESPANHA
A HISTÓRIA VINÍCOLA DA ESPANHA

15 julho, 2021

A Espanha é uma terra de paisagens deslumbrantes, história rica e uma cultura profunda e complexa na qual o vinho há muito desempenha um papel importante. As videiras são cultivadas na Península Ibérica desde pelo menos 3.000 a.c., embora não tenha sido antes de 1.000 a.c. que a vinificação começou a ser feita no país - uma habilidade trazida por comerciantes fenícios do Mediterrâneo oriental. Hoje, a Espanha é o lar de mais vinhas do que qualquer outro país do planeta e tem uma produção nacional de vinho superada apenas pela França e pela Itália.

Ver artigo completo

DESCOBRINDO A ESPANHA: OS VINHOS DE TORO!
DESCOBRINDO A ESPANHA: OS VINHOS DE TORO!

10 julho, 2021

Toro é uma região vinícola de Castela e Leão, no noroeste da Espanha, e está se tornando cada vez mais conhecida por seus vinhos tintos poderosos e encorpados feitos de Tina da Toro (Tempranillo). Em Toro também são feitas pequenas quantidades de vinho branco. Seu nome vem da cidade de Toro, um antigo assentamento a apenas 65 quilômetros a leste da fronteira portuguesa. Toro está localizado no rio Douro, que corta a metade norte da região e por este pedaço encantador e surpreendente da Espanha que iremos passear hoje. Neste artigo, vamos desvendar todos os segredos de Toro para você e conhecer mais sobre esta região tão famosa por seus vinhos.

Ver artigo completo