OS VINHOS DE SANTA CATARINA

20 agosto, 2019

OS VINHOS DE SANTA CATARINA

OS VINHOS DE SANTA CATARINA

O clima frio, a altitude e o solo pedregoso, colaboraram para que os vinhos de Santa Catarina se destaquem no cenário brasileiro. A altitude elevada e o frio permitem que a colheita das uvas tintas seja feita em março, diferente da Serra Gaúcha que colhe em fevereiro, tornando as uvas mais estruturadas e vinhos com maior corpo e longevidade. Essa junção proporciona o terroir perfeito para que as uvas amadureçam de forma lenta e completa.

Após anos de dedicação nos vinhedos, investimentos em pesquisas e mão de obra qualificada, o estado conquistou um lugar importante quando o assunto são vinhos brasileiros de qualidade.

Em meio às belezas da região, uma grande variedade de uvas crescem espalhadas pelos vinhedos, situados entre 900 e 1.400m acima do nível do mar, garantindo um alto padrão de produção com características próprias dos terrenos de altitude.

Algumas vinícolas da região acreditaram no potencial do enoturismo e investiram em estrutura para não somente vender vinhos, mas realizar tours, visitas, receber hóspedes, etc. Propriedades incríveis, com tecnologia de ponta, alta gastronomia e hotelaria de qualidade fazem da Rota dos Vinhos de Altitude uma viagem inesquecível.

O circuito é composto por 19 vinícolas e dividido em duas regiões produtoras: o Vale do Contestado e a Serra Catarinense. A maioria das vinícolas ficam próximas umas das outras, o que facilita visitar mais de uma propriedade no mesmo dia. A Villa Francioni é uma das mais tradicionais e mais visitadas da região, ela também oferece serviços de hospedagem, possui um bistrô e até uma galeria de arte.

O estado sem dúvidas é uma grande opção para você aliar ótimos vinhos a belas paisagens dentro do seu próprio país!

Espero que tenha gostado do post e conhecer mais sobre os vinhos do Brasil. Continue acompanhando a série dos vinhos brasileiros.

 




Deixe um comentário

Os comentários serão aprovados antes de serem exibidos.


Ver artigo completo

A HISTÓRIA DA UVA GARNACHA
A HISTÓRIA DA UVA GARNACHA

16 julho, 2021

A Garnacha é uma uva de vinho tinto cultivada extensivamente na França, Espanha, Austrália e Estados Unidos. É particularmente versátil tanto na vinha como na adega, o que pode explicar porque é uma das uvas mais utilizadas na produção de blends do mundo inteiro. E para saber mais sobre este sabor inconfundível, fomos atrás de conhecer a história desta que é uma das uvas do velho mundo mais utilizada na produção de excelentes vinhos. Confira a seguir, tudo o que descobrimos sobre a Garnacha.

Ver artigo completo

A HISTÓRIA VINÍCOLA DA ESPANHA
A HISTÓRIA VINÍCOLA DA ESPANHA

15 julho, 2021

A Espanha é uma terra de paisagens deslumbrantes, história rica e uma cultura profunda e complexa na qual o vinho há muito desempenha um papel importante. As videiras são cultivadas na Península Ibérica desde pelo menos 3.000 a.c., embora não tenha sido antes de 1.000 a.c. que a vinificação começou a ser feita no país - uma habilidade trazida por comerciantes fenícios do Mediterrâneo oriental. Hoje, a Espanha é o lar de mais vinhas do que qualquer outro país do planeta e tem uma produção nacional de vinho superada apenas pela França e pela Itália.

Ver artigo completo

DESCOBRINDO A ESPANHA: OS VINHOS DE TORO!
DESCOBRINDO A ESPANHA: OS VINHOS DE TORO!

10 julho, 2021

Toro é uma região vinícola de Castela e Leão, no noroeste da Espanha, e está se tornando cada vez mais conhecida por seus vinhos tintos poderosos e encorpados feitos de Tina da Toro (Tempranillo). Em Toro também são feitas pequenas quantidades de vinho branco. Seu nome vem da cidade de Toro, um antigo assentamento a apenas 65 quilômetros a leste da fronteira portuguesa. Toro está localizado no rio Douro, que corta a metade norte da região e por este pedaço encantador e surpreendente da Espanha que iremos passear hoje. Neste artigo, vamos desvendar todos os segredos de Toro para você e conhecer mais sobre esta região tão famosa por seus vinhos.

Ver artigo completo